Alexander Mc Queen no Metropolitan: Andrea conta o que achou

Quem conhece a comunidade #brioches no Facebook (tem porta de entrada direta aí nas páginas do blog) sabe muito bem que a @andrea_tedeschi sabe tudo o que você possa imaginar e mais um pouco sobre cosméticos, maquiagem, produtos para o cabelo, tratamentos de pele e o que mais se referir ao assunto. Não bastasse isso, ela ainda é culta como poucas pessoas que eu conheço (e com aquele je ne sais quoi chic minimalista Calvin Klein- Ralph Lauren que eu adoraria ser mas minha personalidade barroca não permite). Junte-se a isso uma ida a Nova York e a ventura que vocês caros leitores (sim, vocês, eu sou só o instrumento, hahaha) têm de eu conhecê-la, e temos aqui uma série de textos sobre Nova York e os mimos que ela comprou (ou viu por lá).

Agora vou ficar quietinha e deixar ela contar como está a exposição do Alexander Mc Queen no Met. Divirtam-se 🙂

****

Este será o primeiro de uma série de posts sobre minha viagem a Nova York em Maio deste ano. Desta vez fui pra lá cheia de boas intenções. Pela ordem:

1. Assistir à montagem da peça The Importance of Being Earnest, de Oscar Wilde, dirigida por Brian Bedford (que também faz o papel de Lady Bracknell);

2. Ver a exposição Savage Beauty, em homenagem a Alexander McQueen, no Metropolitan;

3. Visitar o Jardim Botânico do Brooklyn;

4.  Fazer comprinhas de beleza

Desobedecendo a ordem da lista, vou começar falando da exposição no Metropolitan. Primeiramente, estava lotadíssima. A exposição foi inaugurada no baile do Met no dia 02 de Maio, e eu fui no dia 14 – que, como era um sábado, estava mais lotado ainda.

De qualquer forma, a gigantesca fila, que serpenteava por várias outras salas e exposições do museu, estava organizada e andava com agradável regularidade. Os funcionários anunciavam ao público espera de 15 minutos, e assim foi até que eu pudesse entrar na sala da exposição.

 

Foto da montagem da exposição

 

A ambientação criada pelos idealizadores foi primorosa. Trilha sonora, iluminação e painéis estavam fiéis ao estilo de McQueen. Misterioso, denso, algo lúgubre. Muitos modelos escolhidos pertencem às coleções góticas e românticas-naturalistas e primitivistas, No entanto, havia também criações da coleção em tartan (xadrez escocês).

Apontar o esmero e perfeição na confecção de tais indumentárias é quase desnecessário e óbvio. Mas impressionam e encantam de tal forma, que fica impossível não mencionar esse aspecto. Os bordados, brocados, costuras em couro e moulage irrepreensível merecem todo respeito e admiração pela arte, sensibilidade e talento de McQueen.

Acessórios são destacados à parte e o devido crédito lhes é dado nos painéis indicativos da exposição. Muitos chapéus e outros adornos de cabeça foram feitos por Philip Treacy para McQueen.

Dentre muitas informações e declarações relevantes de McQueen para a compreensão de suas criações por parte do público, as que mais me chamaram minha atenção foram aquelas em que ele diz que mulher e romantismo andam juntos, e por isso suas coleções são sempre permeadas de temas românticos; mas ele não consegue ver romantismo entrelaçado com ingenuidade ou fragilidade feminina – daí suas criações mostrarem uma combinação equilibrada de diáfano e obscuro, leve e pesado, delicado e poderoso.

É uma exposição que interessará não apenas a estudantes de moda, fashionistas ou mulheres, mas todos que queiram ter uma compreensão maior do universo de um artista singular e que, dentre vários outros estilistas, reforçou em nossa cultura o conceito de que moda é, também, uma forma de arte (aqui você encontra mais fotos incríveis)

Na lojinha do Met tem vários souvenirs da exposição, desde livros até cartões postais, mas os preços são salgadinhos, em comparação com souvenirs normais.

Eu diria que é imperdível para quem gosta de moda e de observar a cultura através dela: aquilo é litralmente uma aula de McQueen, cultura de moda e cultura geral.

A exposição estará aberta até dia 31 de Julho.

Para saber mais sobre a exposição Savage Beauty clique aqui

Dica: compre com antecedência sua entrada no Met Museum

*** ladyrasta entra na sala***

Folks, pra quem gosta de moda, eu sempre recomendo ler o Fashion Babylon. Explico por quê aqui.

Aguardem cenas dos próximos capítulos, nas “As Aventuras de Andrea nas terras Estadunidenses” (!) 🙂

 

 

Quando a revolução chegar, todos os sapatos serão bonitos

Eu ando reclamando da feiúra dos sapatos no mundo faz um tempinho, mas pelo menos nessa semana não vou poder reclamar dos sapatos feios da universo, graças a um eventinho que rolou na Lasso, com direito a palestra com Chiara Gadaleta chic e absoluta falando sobre moda de uma forma deliciosa, por ter dado um outro enfoque.

A gente sabe que tem o lado consumista ( e por que não dizer perverso, nos fazendo ter sem parar – inclusive corpos que jamais conseguiremos), mas tem também o outro lado, aquele em que um batom novo, um sapato novo faz com que qualquer mulher se sinta mais bonita, seja ela a Kate Moss ou a dona Ursulina lá do igarapé do alto (ou baixo, sei lá) Xingu.

Eu gravei um tequinho da palestra aqui:

Chiara Gadaletta na Lasso

O ponto alto pra mim foi a analogia que a Bia Fioretti fez ao analisar os sapatos Louboutin. Pra quem não conhece, os sapatos Louboutin têm a sola vermelha, e justamente por isso são facilmente reconhecíveis em qualquer lugar.

taí a sola do Louboutin pra quem não conhece.

Eu estava justamente comentando esse fato, principalmente dele ter conseguido divulgar a marca dele sem pendurar logotipos enormes quando a Bia (que tem um blog bacanérrimo sobre o universo feminino sem ser clichê) menciona que o vermelho é uma cor muito significativa pra mulher, porque dentre outras coisas remete ao sangue, sangue esse que está presente nos grandes ritos de passagem da mulher (menarca e perda da virgindade). Além disso, a partir do momento em que a sola do sapato é vermelha, ele de certa forma transforma qualquer sapato num sapato vermelho (outro fetiche, com inúmeros contos e histórias a respeito) – assim, até mesmo aquelas mocinhas suuuuper tímidas podem se sentir usando um sapato vermelho, mesmo dentro do mais singelo escarpin preto. Olha, se não é verdade, mas um super sentido, e achei a analogia linda.

Os sapatos da Lasso são bacanérrimos, tem pra todos os gostos e estilos (a Patrícia explicou inclusive os conceitos e inspirações dessa coleção). Fiz um pot-pourrit deles com os meus preferidos aqui pra vocês:

Mas posso falar o que me encantou? O cartão de agradecimento escrito a mão, coisa que está cada vez mais difícil de se ver, ainda mais em eventos corporativos. Com gestos de elegância como esse e sapatos bonitos, eu consigo até pensar que o mundo tem jeito, viu? 😉

Ah sim, o pão de mel estava divino também, viu?

Boudoir da Lady Rasta: Shampoo Cabelos Mistos Newcare

boudoir

Faz tempo que não posto nada digno da “minha” tag brioches, né? Mas me aguardem, que tenho um monte de coisas pra falar 🙂

Hoje vou falar de um shampoo pra cabelos mistos (raiz oleosa e pontas secas, que é o meu caso) que tem me encantado. Volta e meia eu troco de shampoo (sou daquela seita que acredita que eles “viciam” o cabelo e depois de um tempo temos que mudá-los), e semana passada comprei esse da New Care:

Eu já conhecia a marca, pois sou fã de carteirinha da loção tônica hidratante deles (que por sinal, é um dos meus segredos pra voltar com a pele bonita do verão: não uso só no rosto, borrifo no corpo inteiro depois do banho e NUNCA descasquei, fiquei vermelha ou com a pele ressecada).

Usei o shampoo umas 3 vezes já, e o cabelo ficou ótimo, e não melecou no dia seguinte (meu cabelo anda extremamente oleoso, tenho que me controlar pra não lavar todo dia).

O preço é ótimo (shampoo bom que custa R$ 50,00 é fácil de achar, duro é achar shampoo em conta bacana, né?); além disso, fiquei contente em ver que é mais um artigo da marca que eu experimento e gosto – tão me conquistando, viu?

cotação Lady Rasta:

Mimos acessíveis para presentear no Natal e Amigo Secreto

Por quê?: Quem tem cabelo comprido e cuida dele o ano todo, merece umas férias, né? Tanto o cabelo quanto a dona dele, bien compris – afinal, é um puta saco secar cabelo toda santa vez que a gente lava ele e tal… só que pra ficar arrumada, a faixa quebra um super galho: a pessoa fica com o cabelo solto (e convenhamos, mulher que tem cabelão gosta de mostrar o dito cujo certo?), e ao mesmo tempo a faixinha dá aquele ar de arrumação despretenciosa… Só não me deem isso de presente se a moça em questão tiver orelha de abano, porque das duas uma: ou ela não tem noção e vai sair na rua parecendo o Mickey, ou tem noção e vai ficar brava…

boudoir

Well, na qualidade de mãe da tag #brioches , que super pegou no Twitter, depois do post sobre 10 livros para presentear,  não poderia deixar de fazer uma listinha de presentes da categoria, certo? Espero que seja útil!

1.  Maquiagem da Nyx

Por quê?

Nyx é uma marca americana bárbara ( descobri há pouco – estou devendo post); me apaixonei porque tem qualidade e preços bastante razoáveis; destaco o Jumbo Lipstick Pencil, um batom em forma de lápis muito muito macio…

Nyx - batom

no dia na Mapfre Mulher eu viciei todo mundo no batom cor de rosa que levei, e que fica bem em literalmente todo mundo (Fucshia). Se vc é homem e está na dúvida, explique para a vendedora o estilo da presenteada; se tiver medo de comprar um rosa forte, apele para o nude, que é febre nessa estação. Ah! Ela agradecerá sobremaneira se vc comprar também o apontador para o lápis, viu? Sim, existe isso, juro! Se quiser gastar mais, leve um lápis para contorno dos lábios ou um trio de sombras básico (recomendo o TS 22, básico, que toda mulher adora ter na bolsa para ficar com aquela cara de “cara lavada” dificílima de fazer)

Quanto?:  O jumbo pencil custa R$29,00, que é o preço médio dos presentes ali.



2. Calcinhas da Corpo e Arte para o Reveillon

corpo e arte 2

Por quê?

Essa é para aquela super amiga (ou pra namorada também, óbvio) : calcinha pra passar o Reveillon com pingente de boa sorte (tem vários). Tá, eu sei, isso tudo é bobagem, mas eu adoro rituais e acho que essa é apenas uma outra forma carinhosa de se desejar o melhor praquela pessoa querida. Há vários modelos, e vários pingentes – a loja recomenda inclusive para homens, mas não sei… acho que os moços são capazes de achar que isso é coisa de biba. Eu pessoalmente tenho muita coisa da Corpo e Arte, loja através da qual conheci o conceito de cocooning wear

Quanto?: R$ 32,00 já com o pingente.

2. Perfumes, sabonetes líquidos e outros mimos da Ducha Cosméticos

Por quê? Tenho a sorte de ter conhecido essa marca quando ela ainda era beeem pequenininha e fico feliz de ver o quanto ela cresceu. Os produtos da Ducha (que tem filiais em vários lugares do Brasil) são aquela combinação perfeita sabe? Bom, bonito e barato. Com uns R$25,00 vc sai de lá com alguma coisa simpática pra dar de presente, numa embalagem bonita. A colônia mais cara (a de Figo com Coco, divina – já pararam minha irmã em Londres para perguntar o que ela estava usando) custa R$ 43,00 (sou viciada na de Flor de Laranjeira com Baunilha, que custa o mesmo, bem como o  respectivo sabonete líquido, que custa R$ 22,00). Você pode estabelecer um budget e com ele montar um kit bacana. Eu garanto que todo mundo ama receber.

Para vocês não ficarem perdidos, destaco alguns itens:

O kit de presente com sal grosso, sabonete, e uma pimentinha (R$32,00):

Kit sal grosso_

A linha de flor de laranjeira com baunilha ( que usei praticamente esse ano todo)

Ducha Cosméticos - linha Flor de Laranjeira by Ducha Cosméticos Bauru

Os deo-perfumes (versão Figoou Flor de Laranjeira) : pequeninhos, para colocar na bolsa na função de “retocador de perfume” (veja um post sobre eles aqui)

by Super Diva

Colônia  de Casca de Limão: a ala masculina também pode se beneficiar com ela, é super refrescante, uma delícia no calor.

Colonia casca limao

Quanto?: a partir de R$ 10,00 já é possível comprar uma velinha aromatizada; entre R$25,00 e R$40,00 você faz kits muito bacanas pra dar de presente.

4. Rasteirinha  de Tecido da Shoestock

31.05.0023.00076_Ampliada

Por quê?: Porque até eu que não dispenso um salto alto, adoro rasteirinhas no verão – essa é bem colorida, de tecido (tem um strasszinho beeeem pequenininho, só pra ficar delicado), dá pra usar com tudo (e tem a versão em azul, para o caso da presenteada ser mais discreta (ou mais loira também). Pra quem não conhece, a Shoestock é uma das mais conhecidas pontas de estoque aqui em São Paulo (estou inclusive devendo um post sobre como garimpar sapatos por lá)

Quanto?: R$ 49,00


5. Bijoux de verão

Por quê? Eu não conheço uma mulher que não adore  ter umas bijoux novas para usar a cada estação. Gosto particularmente de uma loja da Vila Madalena em São Paulo, chamada Composição, que tem coisinhas de tudo quanto é jeito e preço. Recebi essa semana um email com várias coisas bacanas com preços entre R$30,00 e R$ 100,00, vejam só:

dicas de presentinhos

Adorei aquele brinco de folha, e fazendo a linha mãe mais séria curti também a bijoux vermelha com pérola (aliás, eu adoro as coisas dessa loja); chamo a atenção para as faixinhas de cabelo: no verão, todo menina adora usar, porque o cabelo fica arrumado e não morremos de calor. Eu tenho uma coleção (inclusive umas que podem ser usadas à noite)

Quanto? de R$ 30,00 a R$100,00

6. Day Spa do Grand Hyatt em São Paulo

spa_gallery_1 - grand hyatt - foto do site

Por quê? o Hyatt de São Paulo  tem uma piscina deliciosa, e seu spa Amanary é melhor ainda, com sauna seca e a vapor, piscina coberta e academia de ginástica. É possível passar um dia delicioso por R$80,00, e clientes day-spa ainda têm 20% de desconto sobre o preço dos tratamentos (que vá lá, reconheço que não são baratos, mas são bárbaros (no entanto, a massagem expressa está R$45,00, ou seja, com o desconto de 20% você dá um combo day spa + massagem de 45 minutos por R$116,00). O serviço lá é muito bom, adoro. É só ligar direto no Spa e pedir um vale Day Spa para presente (11 – 28383300). Ah sim! Super recomendo o Mojito do bar da piscina, viu?

telefone direto do spa é 2838-330
Quanto?: O day spa custa R$ 80,00, com direito à piscina para tomar sol, sauna seca e a vapor, fitness center, piscina aquecida, lockers, banho com todos os mimos. Os tratamentos do Spa Amanary são à partee você tem 20% de desconto sobre eles

7. Kit de Pitanga da Iris Verde

Por quê?: Conheci a Iris Verde através da minha querida Liliane Ferrari – e sou fã de carteirinha dos aromatizadores de ambiente de pitanga e de cidreira (R$ 30,00 cada um). Eles são especializados em “cheiros”, e desenvolvem inclusive perfumes personalizados.

Agora para o Natal eles estão com um kit bacanérrimo de pitanga (suuuper recomendo, viu meninas?) por meros R$ 22,00, que contém 1 mini sabonete líquido, 1 mini creme hidratante, 1 mini aromatizador, 1 mini água de roupa tudo dentro de 1 mini sacola de papel vermelha.

Eu particularmente estou de olho (e vou levar pra Bahia) nas águas termais dela, que custam R$ 22,00 (tem Alecrim, Jasmim, Lavanda, Verão, Afrodisíaca e Relaxante)

E vocês? Têm alguma ideia  bacana de presentes pra contar?

Boudoir da Lady Rasta: Encontrinho na Kiehl’s

boudoir

Well folks, logo mais, a partir das 16:00 hs, eu e a minha querida Liliane Ferrari vamos receber as leitoras dos nossos blogs lá na Kiehl’s do Shopping Iguatemi – São Paulo, bien compris.

Kiehlsrareearth blog banner

Vai haver o lançamento de uma linha nova Rare Earth com argila da Amazônia. Pra ser bem sincera, eu não tenho a menor ideia do que essa argila faz, mas prometo descobrir e contar tin-tin-por-tin; aliás, se tudo der certo, pretendo contar aqui ao vivo – fiquem de olho na telinha do Qik live, e no meu Twitter – assim que eu começar o streaming, eu aviso lá, ok?

Pra quem ainda não ouviu falar da Kiehl’s, aqui tem um post completinho, inclusive com uma entrevistazinha que fiz 🙂

Quem estiver em São Paulo e puder comparecer, está super convidado!! Estarei de lá junto com a Lili das 16:00 até as 20:00 hs. E praqueles que não me conhecem, favor se identificar né?

Boudoir da Lady Rasta: Como recuperar o maquiagem quebrada

boudoir

Meninas eu vi com esses olhos que a Terra há de comer!! Eu consegui arrumar minha maquiagem quebrada!! E como sei que todas nós temos aquela caixinha de nosso make preferido que quebrou, vou mostrar o passo a passo pra vcs:

maquiagem - dicas
meu Bronzing da MAC destroçado

Pegue alcool (normal – vi alguns lugares indicando alcool de cereais, mas eu fiz a experiência com alcool normal)

maquiagem - dicas

Olhem de perto pra ver como  como fica :

DSC01361

Agora vocês vão misturar tudo, fazendo uma pasta, que vocês vão moldar que nem massinha;  eu faria isso com uma espátula de plástico, pra não gastar o produto que estamos tentando ressucitar

DSC01362

Depois é deixar secar ao natural (sem colocar direto no sol), por um dia mais ou menos. Eu acho que coloquei alcool demais, então coloquem um pouco menos; de qualquer forma, o máximo que pode acontecer é ter que secar mais um pouco.

Depois de algumas horas já estava assim:

DSC01363

Depois de uns dias ficou assim (como eu disse, acho que coloquei alcool demais – o que só retarda o processo, nada além disso)

Make 003

Eu testei o produto depois de seco, e está perfeito.

Então meninas, mãos à obra!! E não se esqueçam de vir me contar o que vocês conseguiram recuperar!

Boudoir da Lady Rasta no Rio: Olfateria

boudoir

Aproveitando que essa semana terminei de falar sobre minha ida ao Rio de Janeiro, o Boudoir terá post temático pra falar de 1 lugarzinho  que conheci lá : a Olfateria, que  fica no Shopping Leblon Design  (há uma filial paulista na Praia de Juqueí também).

Sabe  uma daquelas lojas deliciosas, com mil coisas de cheirinho pra gente espalhar pela casa ou dar de presente como lembrancinha, como espumas de banho, sabonetes, aromatizadores, essas coisas? Então, a Olfateria é assim.

quem olhar no canto direito vão ver uns roupões moderninhos que são meu objeto de desejo atual
quem olhar no canto direito verá uns roupões moderninhos que são meu objeto de desejo atual

Deem um’olhada em algumas linhas de produtos :

óleo bifásico 200ml deseo spray de ambiente 200ml soleil potpourri day tripper (canela) espuma de banho gel 200ml the club esfoliante 220g essência 30 ml day tripper (canela)
óleo bifásico, deseo spray de ambiente, soleil potpourri day tripper (canela), espuma de banho gel, the club esfoliante, essência day tripper

Embaixo há exemplos da linha masculina (devo dizer que adoro  essa linha mais cool de embalagens, sem muita frescura- acho inclusive que é meio tendência né?):

gel pós barba, sabão de barba e espuma de banho gel vetivert; spray de ambiente, sal efervecente 1 esfera e  essência  jasmim
gel pós barba, sabão de barba e espuma de banho gel vetivert; spray de ambiente, sal efervecente em esfera e essência jasmim

A loja também lançou uma linha com a nossa eterna bailaria Ana Botafogo, como vocês podem ver nos comentários daqui e dali

Os preços são bem razoáveis – daqueles que dá pra pensar em presentear pra não cair no lugar comum do CD, DVD ou livro, sabem? Em suma, um lugar pra deixar anotadinho e usar quando precisar ou tiver vontade…

****

Em tempo: No Shopping Rio Design Leblon tem dois lugarzinhos pra comidinhas que eu adoro: o Felice (que tem sorvetes de comer rezando) e o Gula Gula.

Boudoir Lady Rasta – Kiehl’s e sua linha dermatológica

boudoir

Toda vez que ia a Nova York (e em determinado período eu ia pra lá bastante) uma parada na Kiehl’s, pertinho da Union Square era mandatory. Lá  vi pela primeira vez um produto específico para retirar o cloro do cabelo e do corpo; foi lá que descobri o melhor  protetor labial e cremes para mãos... Ou seja, sou fã da loja, antiquíssima, com seus frascos retrô, seus nomes singelos (creme de corpo chama “creme de corpo”, que tal? :lol:). São produtos de produtos de 1ª linha (e não são testados em animais) conceituadíssimos – e há também uma linha pros moços que é excelente.

Kiehl's

A Kiehl’s possui uma loja no Shopping Iguatemi em São Paulo, e dei um pulinho lá pra ver o lançamento da sua linha dermatológica. Depois de passear pela loja inteira,  seu gerente Luís  conversou comigo sobre os novos produtos, métodos de utilização de cosméticos para que façam efeito e coisas parecidas. Deem um’olhada:

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=zQSkkFDgKvY]

Os preços? São equivalentes aos produtos cosméticos de 1ª linha – nada muito diferente (e nunca devemos nos esquecer da regra: não é só o preço, mas quanto tempo o produto dura, pois às vezes é mais barato do que parece)  – sem esquecer a qualidade.

Posso mudar um pouquinho de pato pra ganso? Sabem Harry and Sally, o filme? Eu adoro – até porque posso me ver em várias daquelas situações (e não, não é por causa “daquela” cena, antes que vocês venham me amolar); uma delas é quando o Harry fala pra Sally que ela aparentemente é uma low maintenance girl, quando na verdade, é high maintenance (o diálogo, enviado gentilmente por um moço X pra mim, está Harry and Sally)

Pois bem: sempre lembro desse diálogo  ao ver minha necessaire de verão, que levo para praias desertas cujo acesso é difícil, onde ficarei de biquini e havaianas 99,9% do tempo, com distância do secador … recheadas de produtos superbacanas. E adivinhem daonde é a necessaire?

Sim, da Kiehl’s; ganhei depois de uma compra que fiz na década de 90 em Nova York – e desde então é a minha necessaire oficial de protetores solares. Sem ela e minha canga de estimação eu não sou ninguém no verão folks, juro! Taí uma foto da minha companheira de guerra, que já aguentou verões causticantes no Nordeste:

Kiehl's

E ela hoje está no Rio de Janeiro viu moçada? E tchau pra vocês, porque a praia me espera 😆

****

Veja também:

História da Kiehl’s

Kiehl’s em São Paulo.

Blogueiras na Kiehl’s